logotype

Mais da metade dos brasileiros não recebe velocidade de banda larga contratada


Mais da metade dos brasileiros que assinam algum plano de internet banda larga afirmam não receber a velocidade contratada.

Uma pesquisa divulgada nesta semana pela Proteste indica que 56% dos consumidores que usaram o medidor de velocidade de conexão da entidade obtiveram resultados mais baixos do que deveriam. Além disso, 65,2% se disseram insatisfeitos com a qualidade do serviço prestado pelas operadoras.

 

A pesquisa, realizada com 5 mil internautas no Brasil, mostra que o pior resultado foi o da operadora Sky. Em quase 20% dos casos, a velocidade da banda larga era 60% mais baixa do que a contratada.

Segundo regras da Anatel, é obrigatório que as companhias ofereçam, no mímino, 40% da velocidade do plano assinado em 95% das situações de uso. Fora isso, a média mensal de velocidade deve ser de pelo menos 80% do contratado.

Segundo o levantamento da Proteste, clientes das empresas Algar Telecom, Claro, Oi, Sercomtel, Sky e Vivo se mostraram mais insatisfeitos em relação à velocidade de banda larga recebida.

Entre esses consumidores, 44,2% disseram contratar planos de menos de 10 mega por segundo.

A pesquisa teve participação de internautas de vários pontos do país, sendo a Sudeste a região com mais participantes: o Estado de São Paulo obteve parcela de 31,4% entre os entrevistados.

O relatório não mostra qual é a média da velocidade da internet banda larga no Brasil. Segundo dados da Netflix, em 2014, os brasileiros navegaram a 2,33 Mbps.

2017  Arley Junior  Todos os direitos reservados